Google+ Followers

segunda-feira, junho 22, 2009

O Salvo e o Barolo








Fotos na sequência: Palácio Salvo (Montevideo), Palácio Barolo (Buenos Aires), Torre do Barolo e Torre do Salvo.
Esses dois edifícios quase gêmeos são obra de um arquiteto italiano chamado Mario Palanti. Tanto o Palácio Salvo de Montevideo, quanto o Palácio Barolo de Buenos Aires, são do início dos anos 20, e viraram marca registradas nas cidades onde se encontram. Em Montevideo o apelo é ainda maior, por estar numa das principais praças da cidade, bem na esquina com a avenida mais movimentada.
Eu visitei os dois edifícios, e digo que sem dúvida, o Salvo de Montevideo é uma das peças arquitetônicas que mais me impressionou. Talvez por Buenos Aires abrigar tantos outros edifícios imponentes, o Barolo não impressiona como poderia impressionar, está na avenida de Mayo, rodeado de belos edifícios históricos, ao contrário do Salvo, que brilha sozinho no centro viejo de Montevideo.
Reparem nas duas construções. Os detalhes são incríveis! E quando você entra a surpresa é ainda maior!
Até onde eu sei, Palanti era amigo de Piria, aquele "alquimista" famoso que deu origem a mística cidade de Piriápolis no Uruguay, e dizem que toda a sua obra arquitetônica possui um certo segredo entranhado nos detalhes. É o que sentimos ao nos aproximar dos edifícios, em tudo parece haver um significado, é como um templo de outra dimensão que está ali, diante de nós como que atravessando um portal!
Experimente!


Um comentário:

Anônimo disse...

thanks on the side of this exacting tips 147896325