Google+ Followers

sábado, agosto 04, 2012

Maria Gabriela Llansol - Saber esperar alguém



Não há mais sublime sedução do que saber esperar alguém.

Compor o corpo, os objectos em sua função, sejam eles

A boca, os olhos, ou os lábios. Treinar-se a respirar

Florescentemente. Sorrir pelo ângulo da malícia.

Aspergir de solução libidinal os corredores e a porta.

Velar as janelas com um suspiro próprio. Conceder

Às cortinas o dom de sombrear. Pegar então num

Objecto contundente e amaciá-lo com a cor. Rasgar

Num livro uma página estrategicamente aberta.

Entregar-se a espaços vacilantes. Ficar na dureza

Firme. Conter. Arrancar ao meu sexo de ler a palavra

Que te quer. Soprá-la para dentro de ti ---------------

------------------------ até que a dor alegre recomece.

--

Maria Gabriela Llansol

"O começo de um livro é precioso"

assírio & alvim 2003

terça-feira, abril 10, 2012

Meus novos trabalhos publicados




Lançados no final de 2011 pela Editora UFV, os livros "E por falar em Versos" (poemas) e "Páginas Contadas" (contos), contam com 3 obras de minha autoria:

Poemas: "Diário de um Jardim de Papel" e "Balaio de Estrelas"

Conto: "Fiat Lux"


O poema Balaio de Estrelas recebeu um prêmio em sua categoria.


Os livros podem ser encontrados no site da Editora UFV: www.editoraufv.com.br




domingo, fevereiro 05, 2012

Relatos Autobiográficos: A QUARTA INFÂNCIA

Quando eu morei num antigo sobrado na Rua Alvaro Gouveia, Viçosa/MG, que aliás não é esse da foto! Era bem mais simples, e na parte de baixo havia duas portinhas de um antigo comércio, que servia de depósito para o Seu Amantino guardar o material da venda.

Para receber o texto escreva para jacsalgado@yahoo.com.br que eu envio com o maior prazer, assim como todos os textos anteriores da coletânea de Relatos Autobiográficos. Lembrando que a Primeira Infância e a Segunda estão neste blog , na integra.