Google+ Followers

domingo, novembro 23, 2008

Ready-made








Esse é o meu URINOL!

O artista conceitual, o que trabalhava com arte corporal, arte performática e arte narrativa, desprezava a consubstanciação do objeto artístico singular, buscando alternativas para o espaço circunscrito da galeria e para o sistema de mercado do mundo da arte, buscava total atenção e participação mental por parte do expectador.
Isso tem muito haver com os ready-made de Duchamps, que era um “protoconceitual”.

Era uma arte clara, objetiva, radical e extremamente polêmica. Os conceitualistas adotaram uma visão parcimoniosa, limpa e coerente da arte minimalista.
É uma arte como idéia, transformada em:

ARTE COMO FILOSOFIA
ARTE COMO INFORMAÇÃO
ARTE COMO LINGUISTICA
ARTE COMO MATEMÁTICA
ARTE COMO AUTOBIOGRAFIA
ARTE COMO RISCO DE VIDA


A R T E C O M O P I A D A