Google+ Followers

terça-feira, abril 22, 2014

Tio Francisco: Link para comprar o livro

Para comprar o meu novo livro, clique aqui


Tio Francisco no "Leitura com Pipoca"

Veja o que rolou no Zoo de Americana/SP, durante o lançamento do meu livro Tio Francisco. Foi uma manhã deliciosa de bate-papo com os leitores, onde pude contar um pouco da minha trajetória, meus sonhos e mineirices! Obrigada a todos pelo carinho!

Fotos do lançamento do meu livro Tio Francisco

Lançamento "Tio Francisco"

(Matéria da Editora Adonis sobre o lançamento do meu livro: Tio Francisco)

Adonis publica livro vencedor do 3º Prêmio Agostinho de Cultura neste final de semana



Se lidar com ausência é tarefa difícil para os adultos imagine para os pequenos. Como forma de explicar às crianças para aonde foi uma certa pessoa  depois que ela não está mais entre nós, que a mineira Jacqueline Salgado criou a história que foi parar nas páginas do livro Tio Francisco, vencedor da categoria Leitor iniciante do 3º Prêmio Agostinho de Cultura. A obra tem lançamento no próximo domingo, 30 de março, das 10h às 12h, no Quiosque Gostinho de Leitura (Zoo de Americana). 

A publicação da Adonis conta a história de Tio Francisco, um velhinho "gente boa" que adora criar novos inventos com sucatas. Um dia o personagem, que dá título ao livro, cria uma nova engenhoca - uma tal geladeira - e dentro dela faz uma viagem encantada. 

A história autobiográfica foi a forma como Jacqueline encontrou para lidar com a perda de seu tio Francisco. "Quando o verdadeiro tio Francisco morreu inventei para as outras crianças e para sua neta, que ele havia partido para uma cidade encantada, aquela que ele havia construído no fundo do seu esconderijo das sucatas, assim como Paulo (ilustrador) retratou no livro", explica a mineira, que acrescenta, "Sempre lancei mão de metáforas para abrandar a dor, incumbência poética que a vida me deu", conclui Jacqueline. 

Respeitando as características reais do tio da escritora, Paulo R. Masserani - que assina as ilustrações das 24 páginas da publicação - criou uma espécie de papai-noel de férias para dar vida ao personagem do livro infantil. "Um papai-noel em férias foi como encontrei para explicar para o ilustrador como era meu tio. Por diversas vezes tio Francisco foi convidado a trabalhar como o bom velhinho, mas sempre se recusava, dizia que as crianças o preferiam como Tio Francisco", diverte-se a escritora.  

Premiado pela terceira edição do concurso que revela os novos talentos do selo Adonis - Prêmio Agostinho de Cultura - Tio Francisco instiga o leitor a olhar para os "pedacinhos esquecidos do mundo", para a simplicidade e para as diversas utilidades de objetos que foram colocados fora de sua função habitual, "é como desdobrar coisas em poesia" como prefere sintetizar a escritora.