Google+ Followers

terça-feira, novembro 14, 2006

A Gavetinha

Transborda a minha gaveta...
Aquele papel do fundo foi pra outra dimensão.
As traças querem mais,
E nada mais é novidade.
O espaço é curto,
O espaço sente,
Saltam as letras espremidas.

Dê-me o martelo,
Passa o serrote,
Vamos salvar noutra caixa!

2 comentários:

Rosangela disse...

É isso aí minha amiga, transborde...transforme...transcenda...exorbite...

Jacqueline disse...

Obrigada pela força, querida!
Não fosse vc, não teria minha gavetinha, nem teria roubado a rosa amarela!rsrsrs